Jantar com Amilcar Ferreira

Jantar com Amilcar Ferreira

22 de setembro de 2020 - Jantar com o ex-atleta e integrante da equipe de tênis da Sociedade Guarani, Amilcar Ferreira.

A noite de terça-feira, dia 22 de setembro de 2020, foi recheada de boas conversas e lembranças da Sociedade Guarani de algumas décadas atrás. A reunião, realizada no restaurante Dona Brava, teve como convidado especial o Sr. Amilcar Ferreira, médico de Itajaí, ex-presidente da Federação Catarinense de Tênis e filho de Ivo Stein e Lucy Coelho de Souza Ferreira.

Nascido em 1942, cresceu vendo a mãe dando aulas de balé e teatro na antiga sede da Sociedade Guarani, localizada na rua Manoel Vieira Garção no centro de Itajaí. Se orgulha do fato que a renda dos espetáculos auxiliou na construção do Hospital Santa Beatriz, que existia na praia de Cabeçudas.

Aos 12 anos, levado pelos meus amigos Edson (Fuba), Namur, Gilberto e Gilson todos do Esquadrão Heusi, iniciou a prática do Tênis entre as quadras do Clube Marcílio Dias e da Sociedade Guarani – estas já localizadas na sede histórica inaugurada em 1953 localizada na Rua Hercílio Luz. Desde então, começou a fazer parte da equipe de atletas do clube, defendendo por vários anos as cores da Sociedade.

O ano de 1957 ficou marcado na memória quando conquistou o primeiro título estadual na modalidade. O gosto pelo esporte o levou a participar de um total de 16 jogos abertos, garantindo a medalha em todas as edições. Em especial, ficou marcado a lembrança dos Jogos Abertos de Santa Catarina do ano de 1972. Evento, realizado na cidade de Itajaí, utilizou as recém inauguradas quadras do Marcílio Dias e do Clube Barroso. Amilcar, junto de Edson , Saulo Heusi, Antônio César (Nico) e Negão (Werner) defenderam juntos as cores do Guarani. Lamenta o fato de que na ocasião, houve a troca de seu parceiro de quadra Fuba, com quem tinha plena afinidade nas quadras, por Nico, parceiro que não tinha tanta experiência em duplas. Infelizmente, não conseguiram trazer a vitória para a cidade.

Nas lembranças, nomes de antigos sócios do Guarani vieram à tona, entre amizades e admiração, contou o histórico de grandes tenistas Itajaienses. Cada um, a seu modo, trouxe brilho para as quadras que existiam aos fundos do prédio do Guarani, na esquina das ruas sete de setembro e Gil Stein. Lembrou com grande carinho de Osmar Heusi, mais conhecido como Mazinho. Educação, elegância e talento esportivo, segundo Amilcar, são os elementos que personificam Mazinho como símbolo desta fase.

Nomes como Marcos Francisco Heusi, João Fábio,o popular Janja, Jaci Pereira, Lila, Fuba, Nico César, Hélio Guerreiro (o Calhau) e Fernando Mesquita também foram personagens de grandes lembranças, sendo os dois últimos, Hélio e Fernando, os responsáveis pela construção das quadras na antiga sede.

A conversa divertida e cheia de saudades contou a participação do presidente Alexandre Machado Kleis, do vice-presidente Marcelo Heusi, dos diretores Marcos José da Silva (Patrimônio), Robson Cassol (Esportes), Murilo Chaves (Diretor Secretário) e dos conselheiros Maurício César Pereira, Claudio José Claudino Filho e de sua esposa Gislane Aparecida Claudino.

Abaixo confira as fotos do encontro e também alguns registros do Sr. Amilcar na época em que atuava como integrante da equipe de tênis da Sociedade Guarani.